ABSOLAR pede transparência nos dados relacionados aos custos de incentivo

blog-boreal-conta-de-luz

Em dezembro de 2018, a A Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) solicitou à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) o detalhamento dos dados referentes aos incentivos oferecidos aos consumidores por meio da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), buscando oferecer mais transparência à sociedade.

Com dados oficiais de que a energia solar fotovoltaica é responsável por uma pequena fração dos custos, a ABSOLAR pretende demonstrar que o desenvolvimento da energia solar no Brasil é muito interessante também economicamente.

De acordo com informações do Banco de Informações de Geração, da Aneel, em janeiro de 2017 o Brasil tinha apenas 27,8 megawatts (MW) nas usinas de geração de energia solar fotovoltaica em operação, menos de 0,01% da matriz elétrica nacional. Já em agosto de 2018 – pouco mais de um ano depois – esse número chegou a 1,3 mil MW, representando 0,8% da matriz.

Isso demonstra que a matriz elétrica nacional ainda conta com uma fração minoritária atendida pela fonte solar, o que realça a grande relação de custo-benefício dos valores investido em energia solar, que representa uma grande redução de preços ao consumidor quando comparada com outras fontes.

Segundo o presidente do Conselho de Administração da ABSOLAR, Ronaldo Koloszuk, “discutir uma racionalização da CDE é importante neste momento do país, mas é preciso começar pelos principais custos históricos, levando-se em conta não só as renováveis, mas sim todas as fontes de geração de energia, incluindo as fósseis, que hoje representam fração elevada da CDE” e que, segundo Koloszuk  “poderiam ser substituídos por fontes renováveis com armazenamento de energia, solução mais barata e sustentável para a população.”

Sendo assim, com os dados solicitados à Aneel, a ABSOLAR pretende reforçar a grande relação custo-benefício envolvida na produção, distribuição e consumo de energia de fontes solares e não só impedir a diminuição de incentivos do setor público, como também buscar mais apoio para se tornar uma matriz energética cada vez mais relevante para o país.

Como o consumidor aproveita os benefícios da energia solar fotovoltaica

Para o consumidor brasileiro, investir em energia solar fotovoltaica em residências e empresas é uma forma de escapar taxas relacionadas à energia e ainda ter um custo na conta de luz mensal reduzido em mais de 95%, além de promover benefícios ao meio ambiente com uma fonte de energia renovável e sustentável de alta durabilidade e baixa necessidade de manutenção.

Entenda tudo sobre o sistema de energia solar fotovoltaica e como você pode instalá-lo em sua empresa ou residência. Aproveite e solicite um orçamento sem compromisso com a Boreal Solar, especialista na implementação e manutenção de sistemas de geração de energia solar fotovoltaica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *